FRESTAS

Esta dissertação relaciona alguns trabalhos desenvolvidos ao longo dos últimos anos, em especial durante o ano de 2005. Trata-se de pinturas e fotografias que pretendem dialogar entre si a partir de um olhar sobre a cidade, sobretudo em lugares marcados por um certo abandono. São muros, vãos, fachadas, que se apresentam como testemunhos de tempos passados e sobrepostos, onde o acúmulo de matéria empresta às imagens elementos da natureza da pintura. Como se insere na linha de pesquisa Poéticas Visuais, pretende ser uma reflexão que se estabelece a partir do próprio processo de criação desses trabalhos, o que envolve necessariamente questões de caráter teórico.